Cabanha Poncho Molhado conquista expressivos resultados na Expointer 2021

Além de 10 prêmios como expositor nos principais campeonatos da raça Dorper, o criatório associado da Ovinopar ainda levou um bicampeonato para uma ovelha de sua criação

Localizado em Mandirituba/PR, a Cabanha Poncho Molhado (CPM) – que se dedica a criação e seleção da raça Dorper há 13 anos – faz parte do time de associados da Ovinopar. Neste ano, durante a 44ª edição da Expointer, realizado de 4 a 12 de setembro em Esteio/RS, o criatório conquistou expressivos prêmios como expositor.

Ao todo, a CPM – que é de propriedade de Pedro Rocha de Abreu Filho – conquistou 10 títulos nos principais campeonatos de machos e fêmeas, fora os prêmios por categoria. Assim, os títulos com os carneiros foram:
– Grande Campeão Macho com Kaiowas Baxter TE 1641;
– Terceiro Grande Campeão Macho com Buria Script TE;
– Quarto Grande Campeão Macho com CPM TE 557;
– Campeão Borrego Menor com CPM TE 557;
– Terceiro Borrego Maior com CPM Licurgo 541;
– Campeão Ovino Jovem com Buria Script TE 8763;
– Campeão Ovino Adulto com Kaiowas Baxter TE 1641.

Já entre as ovelhas Dorper, os títulos conquistados como expositor na 44ª Expointer foram:
– Terceira Grande Campeã Fêmea com CPM TE 556;
– Campeão Borrega Menor com CPM TE 556;
– Quarta Borrega Maior com CPM TE 532.

“Nós da Cabanha Poncho Molhado participamos desde 2015 da Expointer. Em outras edições, já obtivemos premiações importantes, como Reservado Campeão”, conta Pedro Rocha. “É uma feira expressiva, bastante interessante para o agronegócio. Vale a pena participar para mostrar os nossos produtos e isso é alavanca a ovinocultura como um todo”.

CPM 393 Bi Campeã Grande Campeã Fêmea Dorper Expointer – Foto: Divulgação/Gabriel Beco

Bicampeonato raro para a CPM

Além dos resultados expressivos como expositor neste ano, a Cabanha Poncho Molhado ainda obteve uma conquista rara no evento. Trata-se do bicampeonato de Grande Campeã Fêmea da Expointer com a ovelha de sua criação CPM Jana IA 393.

Em 2019, a fêmea Dorper conquistou o primeiro título, quando Pedro Rocha ainda como expositor. Contudo, após o feito naquela edição da Expointer, a ovelha foi vendida para Marco Aurélio Silva Sanchonete, da Cabanha de Obelisco, de Dom Pedrito/RS.

“Em 2019 a CPM 393 ficou como a Grande Campeã. Em 2020 não participamos e agora em 2021 a mesma ovelha sagrou-se bicampeã. É um feito bastante raro que acontece, mas ela teve esse avanço. Até pela precocidade dela em mostrar o seu padrão genético e morfológico que tem”, finaliza Pedro Rocha.

Por Natália de Oliveira/Assessoria de Imprensa Agrovenki
Legenda da foto em destaque: Grande Campeão Macho da Expointer 2021 – Kaiowas Baxter TE 1641

Crédito das fotos: Divulgação/Gabriel Beco

Leia outras notícias no site da Ovinopar

Ir ao Topo